HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
SEG À SEX DAS 8:30H ÀS 11:30H E DAS 13:00 ÀS 18:00
Sindicato dos Bancários de Ponta Grossa e Região

Bradesco fecha 13 agências e dificulta a vida de aposentados da prefeitura de BH

28/11/2023
/
413 Visualizações

Na capital mineira e no interior de Minas, banco fechou 20% das agências neste ano (Por Alexandre Nascimento) - foto Paulinho Costa feebpr - 

O Bradesco já fechou 20% das agências em Minas Gerais apenas neste ano. Segundo um levantamento do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região, o banco tinha 101 agências no Estado, mas decidiu encerrar 21 em 2023, sobrando 80.

Na capital mineira, o Bradesco começou o ano com 64 agências, mas 13 foram fechadas nos últimos meses e agora são 51. No interior, eram 37 e oito tiveram as atividades encerradas em 2023, restando apenas 29.

Nesta semana, a reportagem de O TEMPO flagrou mais uma agência fechada, desta vez na avenida Francisco Sá, no bairro Gutierrez, região Oeste de Belo Horizonte. Em apenas um dia, toda a fachada do banco desapareceu e foram instaladas placas de metal na porta, com orientações para correntistas.

Ainda em 2023, o Bradesco também fechou outras agências em locais importantes de BH como na rua Niquelina, no bairro Santa Efigênia; na rua Alagoas e na avenida do Contorno, no Funcionários; e na avenida Barão Homem de Melo, no Nova Granada.

Ramon Peres, presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região, critica essa política adotada pelo Bradesco, mas diz que outras instituições bancárias estão com uma estratégia parecida. Segundo ele, os bancos continuam lucrando bastante e não precisariam piorar o atendimento presencial para os correntistas.

“Não tem sentido, todos os bancos estão lucrando. Os três principais (Bradesco, Itaú e Banco do Brasil) vão fechar o ano com quase R$ 100 bilhões de lucro líquido, ou seja, pagaram todas as contas e ainda vai sobrar esse dinheiro no caixa”, justifica.

Apenas no terceiro trimestre deste ano, o Bradesco teve lucro líquido de R$ 4,62 bilhões. “Os bancos estão fazendo esse fechamento de agências para diminuição do seu custo operacional. Eles têm identificado agências em regiões que, na opinião deles, estão em duplicidade e que podem ganhar em grau de eficiência, fechando uma agência e transportando aqueles clientes daquela agência fechada para uma outra que ficou aberta. Nós vemos um problema muito grande nisso porque aquela agência que ficou aberta, perto da que fechou, está tendo o mesmo número de funcionários. Não houve aumento de profissionais para atender essa demanda de clientes que foram para essa agência”, ressalta.

Algumas agências viraram “unidades de negócio”
Enquanto dezenas de agências são fechadas em Minas Gerais, outras dezenas estão se transformando em um outro tipo de estabelecimento, com menos funcionários e mais serviços de auto-atendimento. E essa é uma outra forma dos bancos reduzirem custos.

“Nos bancos privados, está ocorrendo um movimento de fechamento de agências e a transformação delas em unidades de negócio, que são lojas abertas ao público sem portas giratórias, sem segurança, que ficam abertas para o público poder ser atendido. Mas não tem aquele serviço operacional, como pagamento de boletos e  saque na boca do caixa. Só tem ali o atendimento comercial, embora essas agências tenham caixas eletrônicos. É para essa situação que todos os bancos privados estão caminhando, com um planejamento de médio prazo para acabar com as agências”, diz o presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região.

Aposentados ficam com menos opções para fazer recadastramento da PBH
Há alguns anos, o Bradesco venceu a licitação da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para realizar o pagamento dos salários dos 40 mil funcionários públicos da capital mineira, além dos trabalhadores inativos.

Desde então, os cerca de 20 mil aposentados e pensionistas da PBH precisam comparecer presencialmente a uma agência do Bradesco, anualmente, para atualizar dados e fazer um recadastramento para não perderem o benefício. Ou seja, mesmo com menos agências, há uma exigência para esse procedimento presencial.

Cento e nove aposentados e pensionistas não fizeram o recadastramento no mês de aniversário e estão com o salário suspenso. Eles só voltarão a receber a remuneração depois de realizar a ação obrigatória. Em outubro, outros 169 beneficiários também não fizeram o procedimento e poderão ter o pagamento suspenso.

Fechamento de agências do Bradesco em todo o Brasil
No Brasil todo, foram fechadas 117 agências, 206 postos de atendimento e 231 unidades de negócios do Bradesco neste ano, segundo levantamento do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região.

Em nota, o Bradesco confirmou que tem promovido algumas mudanças em seu modelo de atendimento, transformando parte de suas agências em unidades de negócios.

“Este é um processo que vem sendo adotado há algum tempo, visto que atualmente 98% do total de operações feitas pelos clientes do banco acontecem por meio dos canais digitais. Dentro desse processo, algumas agências passam por uma adequação do seu tamanho físico e outras por uma unificação com unidades próximas. Os clientes continuam tendo disponíveis os mesmos serviços”.

Ainda na nota, o banco alega que “os clientes contam também com as unidades do Bradesco Expresso, uma rede de correspondentes bancários que já soma mais de 40 mil pontos e que funcionam em horário ampliado ao das agências, além dos canais digitais do banco”.

Números do Bradesco
A holding Bradesco encerrou o terceiro trimestre de 2023 com 86.102 funcionários, com fechamento de 2.272 postos de trabalho em 12 meses. A base de clientes diminuiu em 0,8 milhão em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 71,7 milhões. (Fonte: O Tempo)

Notícias FEEB PR

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS