HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
SEG À SEX DAS 8:30H ÀS 11:30H E DAS 13:00 ÀS 18:00
Sindicato dos Bancários de Ponta Grossa e Região

Outubro Rosa: Santander isenta de coparticipação exames ginecológicos

11/10/2021
/
620 Visualizações

Por ocasião do Outubro Rosa, o Santander isentou, durante este mês, a cobrança de coparticipação no plano de saúde das suas funcionárias para os exames de ultrassonografia de mamas, mamografia, papanicolau, colposcopia e ultrassonografia transvaginal.

“Uma reivindicação permanente do movimento sindical é a redução dos custos do plano de saúde, além do estabelecimento de um teto nas cobranças dos procedimentos médicos, especialmente da coparticipação. Portanto, a isenção desta cobrança para estes exames durante o Outubro Rosa é uma iniciativa muito positiva a fim de estimular a prevenção, o autocuidado e o diagnóstico precoce entre as bancárias, e que deveria ser implantada definitivamente por um banco tão lucrativo como o Santander.”
Wanessa de Queiroz, dirigente sindical e bancária do Santander


Outubro Rosa
O Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, e, mais recentemente, sobre o câncer de colo do útero.

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima 66.280 novos caso de câncer de mama apenas em 2021. Segundo o Atlas de Mortalidade por Câncer, 18.068 mulheres morreram vítimas da enfermidade somente em 2019.

Com relação ao câncer do colo do útero, o Inca estimou em 16.590 novos casos em 2020. De acordo com o Atlas de Mortalidade por Câncer, 6.596 mulheres morreram da doença em 2019.

O câncer é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos.

Há vários tipos de câncer. Alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem lentamente. Muitos casos, quando tratados adequadamente e em tempo oportuno, apresentam bom prognóstico.

Diagnóstico precoce é fundamental
Quando diagnosticado no início, 95% dos casos o câncer de mama têm possibilidade de cura. É essencial que as mulheres fiquem atentas a qualquer alteração na mama.

Quando a mulher conhece bem suas mamas e se familiariza com o que é normal para ela, pode estar atenta a essas alterações e buscar o serviço de saúde para investigação diagnóstica.

A orientação atual é que a mulher faça a observação e a autoexame das mamas sempre que se sentir confortável (no banho, momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano).

Além disso, a recomendação para mulheres com 40 anos ou mais é a realização, anual, de exame clínico das mamas e mamografia.

Para mulheres de risco elevado, que significa ter história familiar de câncer de mama em pelo menos um parente de primeiro grau antes dos 50 anos, a recomendação é realizar o exame clínico das mamas e a mamografia anualmente a partir dos 35 anos.

Prevenção
Hábitos saudáveis podem reduzir em até 28% o risco de uma mulher desenvolver câncer de mama. Entre eles estão:

 - Praticar atividade física regularmente;
 - Alimentar-se de forma saudável;
 - Não fumar;
 - Ter o peso corporal adequado;
 - Não ingerir bebidas alcoólicas;
 - Evitar uso de hormônios sintéticos em altas doses.


“Mais de 50% do quadro de funcionários do Santander é composto de mulheres e apesar de a categoria bancária ter média de idade abaixo dos 40 anos, a prevenção é fundamental para manter a saúde e uma qualidade de vida melhor. Por isso, orientamos às funcionárias que não deixem de fazer o exame.”
Wanessa de Queiroz, dirigente sindical e bancária do Santander 
(Fonte: Seeb SP -  com informações do Inca)

Notícias Feeb Pr

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS