HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
SEG À SEX DAS 8:30H ÀS 11:30H E DAS 13:00 ÀS 18:00
Sindicato dos Bancários de Ponta Grossa e Região

Grupo Boticário estende licença parental de 120 dias aos funcionários

07/04/2021
/
216 Visualizações

Benefício no Grupo Boticário passa a valer também para homens, casais homoafetivos e pais de filhos adotivos, independentemente da idade (Por Marina Filippe) 

O Grupo Boticário disponibiliza para todos os 12.000 colaboradores da companhia, a partir do segundo semestre, o direito à licença parental de 120 dias. A extensão do benefício, que já era oferecida às mães (que podem optar pelo afastamento de até 180 dias), agora passa a valer também para homens, casais homoafetivos e pais de filhos adotivos, independentemente da idade.

A iniciativa é mais um passo do Grupo para reforçar seu compromisso de equidade de gênero e pela compreensão da responsabilidade dos cuidados com a família, que deve ser compartilhada pelos responsáveis. Para ter ideia, os cuidados com a casa — e consequentemente com os filhos — tomou 21 horas semanais das mulheres em 2019, uma diferença de cerca de 10 horas a mais do que os homens. As mulheres também são as que mais deixam o mercado de trabalho após o nascimento das crianças.

"A licença mais equânime é caminho certo. Ela é nossa contribuição para ajudar a romper as barreiras e os estigmas de gênero, transformando o olhar da sociedade. É também uma contribuição importante para a relação de afeto que se estabelece na chegada de um filho", afirma Artur Grynbaum, vice-presidente do conselho de administração do Grupo Boticário.

Signatário do pacto Empresa Cidadã, o Grupo Boticário já oferecia aos colaboradores que se tornam pais a licença de 20 dias (a lei prevê apenas cinco dias corridos). De acordo com pesquisa de 2020 da Talenses Group, consultoria de recrutamento especializado em cargos de média e alta gerência, apenas 2% das companhias oferecem licença-paternidade estendida. Dentro desse pequeno universo, a maioria, quase 80%, adota a de 20 dias e apenas 7% dão mais de dois meses aos pais.

"Tomamos essa decisão pensando também no bem-estar de nossos colaboradores. É com a prática que começamos mudanças importantes como esta. Quando possibilitamos que todos se dediquem à parentalidade de forma mais equânime, estamos abordando diretamente a corresponsabilidade e equidade na formação das famílias em um momento em que vínculo e cuidado são fundamentais”, completa.

Jornada
A construção do projeto contou com a participação direta dos próprios colaboradores que atuam no Lado a Lado, o grupo de afinidade de equidade de gênero, com profissionais voluntários de várias áreas da empresa direcionado pela equipe de diversidade, inclusão e equidade em conjunto com o time de recursos humanos.

O Grupo tem ainda metas de diversidade até 2023 como alcançar pelo menos 25% de lideranças corporativas negras, alcançar 50% de profissionais negros no total de colaboradores, desenvolver trilhas profissionais e mentorar 100% dos nossos talentos negros e até 2025 alcançar pelo menos 50% de mulheres na diretoria. (Fonte: Exame)

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS